terça-feira, 17 de maio de 2011

Lixo na mira

Ultimamente tenho ouvido muito falar do lixo de São João da Barra, inclusive hoje ouvi dizer que o valor pago pela coleta de lixo de São João da Barra é a mais cara do mundo, pergunto: quanto custa a coleta de lixo da cidade do Rio de Janeiro ? Quanto custa mensalmente a coleta de lixo da cidade de Nova York ? Quanto custa o coleta de lixo de Madrid na espanha ? Quanto custa a limpeza publica da cidade de São Paulo ? Quanto custa a coleta de lixo de Nova Iguaçu ? Bom gostaria de ouvir algumas respostas:

Avaliação
1. No passado, qual era a área de abrangência dos serviços em Km2 ?
2. Qual a atual área de ambrangência dos serviços em Km2 ?
3. Quais eram os equipamentos, tecnologias e mão de obra usadas no passado ?
4. Qual é a atual ampliação de novos equipamentos, novas técnologias e mão de obra empregados a serviço da limpeza publica ?
5. No passado o valor cobrado era um, seis anos depois qual seria a correção monetária ?
6. Quantas pessoas eram empregadas com a empresa que fazia a coleta de lixo no governo passado ?
7. Quantas são empregadas hoje ?
8. Quantos empregos adminitrativos a empresa do governo passado dava a sanjoanenses e quantos a atual dá ?
9. Qual a relação de serviços no território de hoje comparado com o do passado ?
10. Onde era a sede da empresa que fazia a coleta de lixo há seis anos atras e onde é a sede da atual empresa ?

Os fatores acima são importantes para avaliar se o atual serviço é caro ou não, na verdade nem me lembro muito bem a razão social da empresa que atendeu os serviços de limpeza publica no governo do ex-prefeito Alberto Dauiare Filho, à atual tem sede aqui na cidade, próximo a BR-356 e vejo varios sanjoanenses trabalhando lá, de qualquer forma caros amigos precisamos estar atentos a todos os detalhes, dessa forma podemos avaliar o passado e o presente.

3 comentários:

  1. E porque não dizer que no passado os trabalhadroes da limpeza pública não tinham EPI's e hoje tem. Além dos transportes desses colaboradores eram feito em cima de caminhões caçamba e hoje em ônibus, fretados pela própria Empresa prestadora de serviços.

    ResponderExcluir
  2. Célia Peixoto
    Pessoas, quando li o texto da matério "Lixo na mira", pensei que estivesse comentando sobre as coisas horríveis que está ocorrendo na Câmara de Vereadores de nossa cidade, continuando a ler atentamente a matéria, vi que não se tratava desse assunto. Pois bem, até um leigo no assunto sabe que o lixo doméstico é produzido por nós diariamente, e quanto maior o número da população, claro maior é a produção desse lixo. Óbvio que para fazer o processamento desse lixo o custo se eleva. Aumenta-se no custeio de transporte, no número de trabalhadores para se recolher esse lixo, e todo o custo da empresa que presta esse trabalho. Vale lembrar que com um número maior de habitantes, a área de abrangência para o recolhimento desse lixo também aumentou. A coleta está sendo feita todos os dias, coisa que tempos atrás não ocorria, tinha dias determinados para esse recolhimento, atualmente em até finais de semana e feriados há o recolhimento. Os trabalhadores possuem roupas para esse tipo de trabalho, coisa que antes não tinha. Muito interessante a comparação do antes e do agora, por issso antes de questionarfem valores pagos para dar andamednte nesse tipo de trabalho, comparem de que forma era feito antigamente esse trabalho, e de como está sendo feito hoje. Preço mais caro do mundo está pagando a população do município, com atitudes tomadas por certos vereadores (G4).

    ResponderExcluir
  3. Vicente Cordeiro18 de maio de 2011 17:50

    É tudo deve ser analisado antes de julgado.

    ResponderExcluir